29 de out de 2009

Primeiro dia do Curso de Gestão de Políticas Públicas no ISCA Faculdades teve a presença de Eliseu Gabriel

O vereador discutiu a Educação Pública de SP com os 189 alunos inscritos

Cíntia Ferreira
Beatriz Belchior
Thayla Ramos

O 1º Fórum de Integração do Conhecimento, promovido na semana passada aos alunos da ISCA Faculdades, promoveu a realização de 17 minicursos. No minicurso "Gestão de Políticas Públicas e Sociais", o primeiro dia das palestras, na última terça, 20, traria o sociólogo César Callegari, presidente do IBSA (Instituto Brasileiro de Sociologia Aplicada), que não compareceu e justificou por motivos profissionais.

Para então tratar do tema "Gestão de Políticas Públicas para a Educação" esteve presente Eliseu Gabriel, vereador na capital pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) e presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esportes da cidade de São Paulo, que discursou aos 189 inscritos no curso a partir das 20h.

O neoliberalismo e o sistema público educacional foram assuntos abordados durante todo o evento. Eliseu, que também leciona Física na Universidade de São Paulo (USP), afirmou que os jovens de hoje perderam a noção de seus direitos a segurança pública e principalmente a educação, pois estes direitos já não são providos pelo Estado. “O ser humano é uma construção cultural, por isso a educação é essencial. Os jovens de hoje perderam os sonhos”, afirma o professor.

Liandra Santarosa, estudante do 6° Semestre de Jornalismo, fazia a cobertura do fórum. “Embora não tenha sido o palestrante convidado para discussão, o vereador Eliseu Gabriel conseguiu passar sua mensagem de maneira clara e objetiva”, afirma.

Liandra também aponta que a palestra conseguiu agregar alunos de vários cursos. O assunto que mais chamou sua atenção foi o papel do neoliberalismo na sociedade e como ela dificulta a criação políticas públicas.

Já um aluno do 8° semestre de Direito, que preferiu não se identificar, acredita que o curso foi muito bom apenas para pessoas leigas no assunto. “Como gosto muito de política e estudo o assunto, não tive nenhuma surpresa”, afirmou ele.

Polêmicas
Eliseu discutiu a privatização das empresas estatais durante o Governo FHC e as problemáticas econômicas do governo atual. Segundo ele, o sistema tributário e o contingenciamento de recursos foram usados nos últimos anos para o pagamento de juros da dívida externa, e muito pouco foi investido em educação.

O vereador afirmou que não há saída para a educação no Neoliberalismo, pois acha que a economia deve passar pela política, e o Estado ainda deve intervir. “No momento, a educação integral é a única solução para a crise na educação pública. Precisamos de muito mais investimento no ensino”, esclareceu ele.

Outro problema educacional apontado por Eliseu é a falta vagas de emprego para os profissionais mais qualificados. “Para que educar um país que ainda exporta produto primário?”, questionou ele. “No Brasil, as pessoas ainda são ‘adestradas’, e não educadas”, finalizou o professor, abrindo então espaço às perguntas de professores e estudantes.

“Gostei muito da palestra. Ele trouxe números e estatísticas, e mostrou o quanto o Estado de São Paulo está atrasado. O vereador falou com precisão e citou dados, acho que isso é que é política e gestão pública”, afirmou a socióloga e professora Eliana de Gaspari, presente no evento. O professor de filosofia Luís Antônio vieira também ficou satisfeito. “A palestra foi ótima e mostrou que a política, quando praticada com qualidade e vocação, pode ajudar a sociedade”, ressaltou.

Nenhum comentário: