27 de mai de 2011

Congresso da área da Comunicação apresenta novidades, e premia trabalhos por regiões do País

Por Letícia Beneton

A InterCom (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação) é um dos principais congressos da área de Comunicação, que premia trabalhos realizados por alunos de graduação em agências experimentais, trabalhos de conclusão e outros produtos desenvolvidos pelos laboratórios das faculdades, além de contar com artigos científicos da área a ser apresentados no Congresso por região e em nível nacional.
São realizados congressos anuais, simpósios, seminários, cursos e conferências, para que os universitários possam expor peças de produção sonora ou visual, de caráter científico, tecnológico, cultural ou artístico na área da Comunicação.
O congresso regional do sudeste deste ano, na cidade de São Paulo, na Fecap (Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado), entre os dias 12 a 14 de maio, teve como tema “Quem tem medo da pesquisa empírica?”, e foi voltado para alunos de graduação em comunicação, professores, pesquisadores e profissionais da área. Na mesa foi abordado o tema central a partir de diferentes perspectivas – teoria e metodologia, comunicação na academia, mercado profissional e experiências interdisciplinares.
Palestras, conferências e edições locais das Divisões Temáticas e da Intercom Júnior fizeram parte da programação do encontro. No congresso, foi realizada uma edição local do Expocom – prêmio para os melhores produtos laboratoriais desenvolvidos por alunos de graduação em Comunicação, matriculados nos cursos da Região Sudeste e os vencedores concorrem na edição nacional do evento, que, neste ano, acontece em Recife (PE), de 3 a 6 de setembro.
Este ano o Expocom Sudeste classificou três trabalhos de Jornalismo do Isca Faculdades, todos foram produzidos como Trabalho para Conclusão do Curso no ano de 2010. Na categoria livro-reportagem, de Virgílio Gabriel e Tamires Gonçalves, foi selecionado o trabalho: "Um novo eu: Cirurgia Plástica e as histórias que transformam vidas". Já na categoria documentário em vídeo, de Néliane Simione, Liandra Santarosa e Luís Gustavo Nolasco, o vídeo "Arteterapia: o desenvolver da expressão em pessoas com transtornos mentais". E categoria programa de rádio, foi selecionado o trabalho de Lílian Geraldini, Ivan Costa e Mariana Antonella, "Folclore de Piracicaba: uma história viva".
        Em Publicidade e Propaganda, o jingle "Tira os pés da cabeça", Fábio Gianfratti, Lorena da Rocha, Kátia Rodrigues, Fredson Dally,Cíntia Renata Ferreira da Silva,Fabio Rezende Pacagnella,Luiz Carlos de Souza Pestilho e Teles Cristiano Candido do Isca Faculdades, também foi selecionado.

24 de mai de 2011

Cine Cultura lança filme “Elvis e Madona"

Por Letícia Beneton


        Nesta quinta-feira, 19, no Teatro Vitória, a Prefeitura de Limeira, através da Secretária da Cultura, estreou o projeto “Cine Cultura”, realizado com a proposta de oferecer opções de filmes alternativos à população, gratuitamente. Estiveram presentes 360 pessoas no evento.
       O primeiro filme exibido foi “Elvis e Madona”, do diretor Marcelo Lafitte, que conta a história de amor entre uma cabeleireira travesti e uma entregadora de pizza homossexual.
O ator que interpreta a travesti Madona, Igor Cotrim, que esteve presente no teatro, relata ter sido bom participar deste filme, já que foi sua estréia no cinema. Também estiveram presentes no evento o Prefeito Silvio Félix e o secretário da Cultura José Farid Zaine.
Antes da exibição do filme, Luiz Biajoni, autor do livro “Elvis e Madona – Uma Novela Lilás”, baseado no roteiro do filme, realizou sessão de autógrafos da obra literária.
Tanto o livro quanto o filme contam essa comédia romântica, que mostra os problemas pelos quais existem em qualquer tipo de relacionamento, como o medo de se entregar ao outro e de amar.
O jovem David, 19 anos, conferiu a apresentação de “Elvis e Madona” que considerou inovador o projeto de cinema alternativo e relada ter adorado a ideia e a iniciativa. A próxima exibição do “Cine Cultura” está prevista para acontecer no dia 15 de junho, com o filme “Bodas de Papel“, de André Sturm.


18 de mai de 2011

Programa de Estágio

  Grupo Foco em parceria com a Multinacional Automotiva, contrata universitários para Programa de Estágio, formandos de junho/2012, dezembro/2012, junho/2013 ou dezembro de 2013.

Requisitos:
Inglês intermediário/avançado

Conhecimentos Pacote Office

Benefícios:
Bolsa auxílio compatível com o mercado

Refeição e transporte gratuitos

Assistência médica
Seguro de vida


Cursos:
Administração                                   
Análise de Sistemas           

Ciências Contábeis                             
Ciências da Computação

Ciência Econômicas                            
Comércio Exterior    

Comunicação Social                            
Relações Internacionais

Controle de Automação                       
Direito

Engenharia Civil                                
Engenharia Mecânica

Engenharia de Produção                                      
Engenharia Elétrica

Engenharia Mecatrônica                                         
Engenharia de Materiais

Estatística                                                           
Jornalismo

Letras                                                                  
Psicologia

Publicidade e Propaganda              

                                 
Os interessados deverão encaminhar currículos no e-mail: piracicaba@grupofoco.com.br

Assunto: inserir o curso correspondente.

17 de mai de 2011

Programa Linkados inicia nova temporada

Por Letícia Beneton

Está no ar a segunda temporada do Programa Linkados, que é promovida pela Agência Experimental de Comunicação, a Ae.Com do ISCA Faculdades, e pelos alunos do curso de comunicação. A linha editorial do programa destina-se ao público universitário, com linguagem jovem e despojada, aborda assuntos diversificados. A produção do programa está de acordo com as novas ferramentas da web, portanto o conceito foi elaborado de acordo com a linguagem da web, desde o nome até os quadros a serem produzidos.
Segundo o apresentador do Programa Linkados, Wagner Gonçalves, participar das gravações não foi somente uma oportunidade de crescimento acadêmico, mas também pessoal, pois na sua opinião o Programa é o seu canal de aprendizado, que acaba avaliando os erros e acertos, incentivando a melhorar a cada dia.
Na nova temporada do Programa estréia também o Quadro Troll, que segundo a apresentadora Lílian Albertini teve o nome escolhido por ser uma gíria, de significado “ provocação”, que vem sendo bastante utilizada na web. A ideia encaixou-se ao Programa Linkados, que é exibido pela internet, além da questão de voltar-se a uma linguagem mais descontraída e jovial. Lílian afirmou gostar de desenvolver o quadro, mas confessa que ficou tensa na hora da gravação, e errou algumas vezes.
O tema abordado nesta temporada contextualiza a poluição sonora, e o objetivo focou-se em trabalhar questões abordadas pela Promotoria Comunitária de Limeira. Foi apresentado por Raiza Tronquim e Wagner Gonçalves, a edição trouxe o empresário Pedro Luís Pilon e o médico José Eli Baptistella, que esclareceram dúvidas referentes ao assunto do debate. A maioria dos universitários que viu o Programa elogiou o trabalho produzido pela equipe de produção.

13 de mai de 2011

Logo oficial de Direito será lançado em cerimônia

Cíntia Ferreira

 o aluno de direito Paulo Sérgio Ferreira, explica o logotipo.

No dia 30 de maio, às 19h30 acontece no anfiteatro do Isca Faculdades, a cerimônia de lançamento do logo oficial do curso de direito da instituição. O logo foi elaborado pelo aluno do sétimo semestre do curso, Paulo Sérgio Ferreira.

        O logotipo oficial traz as cores do Isca no centro, juntamente com o símbolo oficial do direito, a imagem da deusa grega Diké segurando em uma das mãos a espada, e em outra a balança, simbolizando a justiça. O desenho possui também nas laterais ramos representando a cana de açúcar e a laranjeira, que já foram as principais vertentes da economia limeirense.


Fotos: Jaime Curcio

9 de mai de 2011

Ingressos do “Viola de Todos os Cantos” podem ser adquiridos em 5 pontos


Divulgação

Um dos maiores festivais de música regional e de raiz do Estado de São Paulo chega novamente a Limeira, em novo local. O “Viola de Todos os Cantos” acontece no Gran São João, às 20h, no dia 21 de maio. Os ingressos já estão disponíveis e podem ser trocados por um quilo de alimento não perecível ou uma lata de leite em pó, que serão repassados ao Banco de Alimentos do Centro de Promoção Social Municipal (Ceprosom). O evento em Limeira trará show com o cantor Hudson Cadorini e é realizado pela EPTV e Prefeitura, através da Secretaria da Cultura.

A troca dos ingressos pode ser feita no Teatro Vitória (Praça Toledo Barros, s/nº - Centro), Secretaria da Cultura (Rua Senador Vergueiro, 122 – Centro), Biblioteca Municipal (Rua Senador Vergueiro, 843 – Centro), Escola Municipal de Cultura e Artes (Rua Capitão Bernardes e Silva, 144 – Centro) e secretaria do Gran (Rua Doutor Antonio Frederico Ozanan, 111 – Vila São João).

Com grandes expectativas, o secretário da Cultura, José Farid Zaine, afirmou que a procura pelos ingressos já está intensa. “É um grande show musical, que a família limeirense abraça e curte todos os anos”.

Mais informações podem ser obtidas no telefone da Secretaria da Cultura, (19) 3451 0502.

6 de mai de 2011

Da porta para dentro

Assassinato de crianças no Rio de Janeiro mostra que, ao tempo em que o governo deve investir em políticas voltadas à Segurança Pública, a formação do cidadão consciente se inicia em núcleo familiar.

Matheus Fonseca
O episódio conhecido como “Massacre de Realengo” não só gerou pânico e indignação pelo País, como reacendeu o debate sobre circulação, comércio e porte de armas de fogo entre a sociedade civil. A chacina – que culminou com a morte de 12 crianças e suicídio do próprio atirador – ilustra o quadro de violência generalizada e insegurança típicas da crise na Segurança Pública. Ocorrida em 07/04, a tragédia, trouxe à tona a questão sobre iniciativas do Estado na defesa do “cidadão de bem”, e repercutiu em vários segmentos sociais. O crime, organizado ou não, já não responde sozinho pelo clima de insegurança instaurado na população. Com o acesso irresponsável do cidadão comum a armas de fogo tornam atos criminosos e tragédias cada vez mais próximos. O problema, agora, é também da porta para dentro.
Logo no dia 08/04, um dia após Wellington Menezes de Oliveira invadir sua ex-escola e tirar a vida de 12 inocentes, o presidente do Senado Federal, José Sarney, manifestou-se favorável à realização de novo plebiscito sobre o comércio de armas de fogo no Brasil. O senador Sarney busca o apoio da sociedade para promover uma revisão da Lei 10.826/2003, mais conhecida como Estatuto do Desarmamento, norma que estabelece regras para a aquisição e o porte de armas. Segundo o senador, não se trata de desrespeitar a opinião do povo, mas de ouvi-lo novamente (em 2005, através de referendo popular, a maioria da população brasileira rejeitou a proibição da venda de armas e munições). Tal posicionamento soa um tanto quanto oportunista, uma tentativa de “mostrar serviço” frente ao descrédito da população quanto às atitudes do poder público no combate à violência. O “surto” que possuiu o atirador no episódio de Realengo, apesar de ter ocorrido de forma pontual, dá mostras de uma personalidade deturpada. Impossível prever se aquele que se mostra tão próximo distribuirá abraços, flores, socos ou pontapés, mas as razões sociais que levam a atos impensáveis estão na raiz do problema da violência.
A propositura do Senado – agir às pressas com a realização do plebiscito já em outubro – é questionada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia. "Nós já fizemos um plebiscito, que demonstrou a opinião da população acerca do desarmamento e que foi, na minha avaliação, muito firme, muito contundente”, afirma. A opinião do deputado é compartilhada por Ophir Cavalcante, presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). "O plebiscito pode ser uma cortina de fumaça para desviar o foco dos reais problemas de segurança que devem ser enfrentados pelo governo, além de se constituir num desrespeito à vontade popular legitimamente expressada no referendo de 2005". A polêmica está, definitivamente, instaurada, com o povo no centro do fogo cruzado.
A opção “popular” por manter o comércio de armas e munição obteve saldo positivo? Não se trata somente de uma questão de números, estatísticas e indicadores. É necessário refletir se decisões tomadas “pelo povo” se mostram mais eficazes do que medidas impostas pelo governo, sob a égide da Lei (como a Lei Seca e suas rígidas penalidades). Fácil é o Estado eximir-se de culpa através de referendos que nada mais são do que ferramentas de pseudo-democracia, assim como é conveniente ao núcleo familiar culpar os políticos pelos infortúnios cotidianos. A sociedade precisa aprender a defender-se dela mesma, pois o “cidadão comum”, quando mal intencionado, transforma qualquer objeto à mão em arma letal, seja um revólver, um carro, um pedaço de pau ou um simples clipes de papel. E não há plebiscito que imponha berço, educação e cidadania.

5 de mai de 2011

Programa Linkados 2º Temporada

                Ja está no ar a Segunda temporada do Programa  Linkados. O programa é realizado pelos cursos de Comunicação do Isca Faculdades e trouxe nesta edição a questão da poluição sonora.
Com entrevista de especialistas no assunto, informação e também diversão o projeto trabalha agora as questões abordadas pela Promotoria Comunitária de Limeira que tem sua sede dentro da instituição. 

Assista, se informe e se divirta com Linkados.









Acesse: www.programalinkados.com.br

4 de mai de 2011

Mostra de Teatro de Limeira 2011

Por Letícia Beneton

A prefeitura de Limeira promoverá no período de 29 de maio a 5 de junho, por meio da Secretária de Cultura, a mostra de Teatro de Limeira 2011. O objetivo é promover interação entre os grupos da cidade e o público, descobrir novos talentos, valorizar a arte, manifestações culturais e ainda eleger o grupo que representará o município no VII Festival Nacional de Teatro de Limeira 2011.
As inscrições deverão ser feitas por meio da ficha fornecida pela Secretária da Cultura, localizada na Rua Senador Vergueiro, 122 – Centro. O prazo é até dia 16 de maio.
No ato da inscrição deverão ser apresentados os seguintes materiais:
- Ficha de inscrição devidamente preenchida;
- 01 DVD com a gravação do espetáculo completo;
- 04 cópias do texto;
- 04 fotos da apresentação em CD com alta resolução;
- 01 currículo do diretor;
- Autorização da SBAT e do ECAD (ou liberação do autor);
- Material publicitário sobre o grupo e suas montagens;
- Release e sinopse do espetáculo ou folder contendo essas informações;
- Mapa de luz, som e palco com descrição dos cenários;
- Autorização do uso de imagem que deverá ser preenchida e assinada individualmente por cada integrante do grupo;

Podem ser inscritos grupos por categorias (Teatro Adulto, Teatro de Rua e
Teatro Infantil), sendo apenas um classificado para participar do VII Festival.
Premiação:
1º Lugar: R$ 1.000,00 e participação no VII Festival Nacional de Teatro de Limeira, mais troféu.
2º Lugar: R$ 700, 00, mais troféu.
3º Lugar: R$ 500, 00, mais troféu.

Fonte: http://culturalimeira.blogspot.com/2011/04/mostra-de-teatro-de-limeira-2011.html

Divulgação de Vaga - Estágio em Marketing de Serviços - SILVESTRE CONSULTORIA


Irá atuar em nossa empresa,  auxiliando nas seguintes atividades:

- Preparação de material promocional
- Preparação, divulgação e apoio a eventos, palestras e treinamentos
- Preparação de material para treinamentos
- Contato com rádios, jornais, revistas e periódicos
- Planejamento e execução das estratégias de marketing
- Segmentação de clientes e prospects
- Agendamento e acompanhamento de visitas de venda
- Preparação de propostas
- Atendimento a clientes e parceiros
- Rotinas administrativas internas

Requisitos:

- Estar cursando Tecnologia em Marketing, Publicidade e Propaganda ou Administração
- Excelente comunicação escrita
- Facilidade de relacionamento
- Conhecimento intermediário em Excel, Word e Powerpoint
- Boa redação
- Iniciativa e motivação

Importante: **** RESIDIR EM PIRACICABA ****

Para candidatar-se, acessar o link:


ou email para rh@silvestreconsultoria.com.br – Assunto:  Estagio Marketing – Piracicaba    

Cláudio Jesus Silvestre
cid:image001.png@01CB4062.708F6710
( (19) 3432.3653
8 Visite Nosso Site : www.silvestreconsultoria.com.br

3 de mai de 2011

Desafio Sebrae – A ideia é fazer a diferença

Por Letícia Beneton

“Reúna, monte uma equipe de 3 a 5 participantes, descubra como administrar uma empresa e 
concorra a prêmios”.

            Por meio do slogan: A ideia é fazer a diferença, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) lança o programa “Desafio Sebrae”, nele há uma simulação do dia-a-dia de uma empresa durante seis meses. Um dos objetivos do programa é expandir a cultura empreendedora para os universitários que buscam um início profissional.
            “Ao participar do Desafio Sebrae, o participante tem de tomar decisões referentes a cada campo de sua empresa. Marketing, produção, reunião de diretoria, análise da concorrência, compra de insumos, contratação de funcionários e ampliação da fábrica” são algumas das experiências com as quais os competidores se deparam. Cada decisão tomada pode influenciar o desempenho da empresa até o final do jogo. Por isso, a equipe precisa se concentrar e analisar muito bem todas as áreas do jogo antes de se decidir.
Os candidatos que gostariam de participar do programa devem se organizar em equipes de 3 a 5 universitários. “A competição é dividida em cinco fases, sendo três virtuais e duas presenciais. O jogo começa com mais de 150 mil participantes inscritos e termina com apenas uma equipe vencedora! As fases virtuais do jogo são realizadas pelas equipes em suas próprias residências. Elas realizam o download do jogo e enviam as decisões dentro de um prazo estipulado pela organização”.
As inscrições para o programa estão abertas aos estudantes, o requisito solicitado pelo Sebrae é que o candidato esteja cursando o primeiro semestre de 2011, indiferente do ano da graduação.
Participe com sua equipe, por meio do preenchimento e envio da ficha de inscrição. O pagamento da taxa deve ser feito através do site www.desafio.sebrae.com.br

Fonte: http://www.desafio.sebrae.com.br

I Simpósio Brasileiro sobre Bullying

O Sindicato de Estabelecimentos de Ensino no Estado de São Paulo - Sieeesp, em parceria com o “Jornal Jovem”, promove o “I Simpósio Brasileiro sobre Bullying”, uma oportunidade para troca de idéias sobre um tema tão recorrente nos últimos anos. O evento acontece no dia 3 de maio, das 8h30 às 18h30, no Salão de Eventos do Colégio São Luís (Rua Luís Coelho, 323 – próximo ao metrô Consolação, São Paulo SP).
Participarão do Simpósio a educadora Cleo Fante, autora do livro “Fenômeno Bullying – Como prevenir a violência nas escolas e educar para a paz”; o pediatra Lauro Monteiro, a médica Margarida Barreto, pesquisadora da PUC/SP sobre assédio e violência moral no trabalho; dentre outros especialistas.
Além dos promotores de justiça da Infância e Juventude Thales Cezar de Oliveira e Mário Augusto Bruno Neto; do Deputado Federal Vieira da Cunha (PDT-RS), membro da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara Federal, e do Deputado Estadual Joares Carlos Ponticelli (PP/SC).
Os interessados em participar devem ligar para (11) 5583-5555 e fazer a inscrição, com o custo de R$ 100,00. Escolas associadas têm desconto de R$ 50,00.
Segundo a colaboradora de Recrutamento e Seleção do Nube, Fernanda de Melo Moura, “discutir temas como esse é muito importante para os jovens, pois mostra preocupação e vontade de mudanças”.



Senado pode votar PEC do diploma nos próximos dias


03 de maio Texto publicado no site da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ)

Cresce a expectativa em torno da votação da PEC 033/09 no Senado na semana em que se comemora o Dia Internacional da Liberdade de Expressão. Com o mutirão realizado pela FENAJ, em conjunto com a Coordenação Nacional da Campanha pela volta do diploma e Sindicatos de Jornalistas na semana passada, cresceu o número de senadores que se declararam favoráveis à proposta. A Federação convocou as entidades apoiadoras do movimento a novo esforço de sensibilização dos parlamentares para o dia 3 de maio.
Com o esforço de sensibilização realizado na semana passada, mais 11 senadores se manifestaram favoráveis à PEC 33/09. Agora 68 senadores são favoráveis, 6 são contrários à restituição da exigência do diploma como requisito para o exercício profissional do Jornalismo e ainda é desconhecida a posição de 7 senadores sobre a Proposta. O “placar” com o posicionamento dos parlamentares está disponível no site da FENAJ.
Nesta terça-feira (03/05), às 9h, haverá audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado sobre a liberdade de imprensa e a violência contra os jornalistas. A FENAJ convocou os Sindicatos de Jornalistas a participarem do evento e, ao mesmo tempo, fazerem novo mutirão de sensibilização de senadores pela aprovação da PEC 33/09 e para que estejam presentes no plenário no dia da votação da proposta. A ideia é aproveitar a presença dos representantes dos jornalistas em Brasília para fazer um novo corpo a corpo também na Câmara dos Deputados pela aprovação da PEC 386/09.
Para o presidente da FENAJ, Celso Schröder, se a votação da PEC 33/09 no Senado ocorrer na semana em que se comemora o Dia Internacional em Defesa da Liberdade de Expressão (3 de maio) será uma importante contribuição para os jornalistas e para a sociedade brasileira. “A ausência de um posicionamento do Congresso Nacional em questões importantes para o Jornalismo fez com que o Judiciário ocupasse um espaço que por essência é do Legislativo”, disse, referindo-se à decisão do STF de extinguir a Lei de Imprensa e o diploma como requisito para o exercício da profissão de jornalista.
“Hoje qualquer cidadão que for vítima de calúnia ou difamação pode ficar irreparavelmente lesado em seu direito de resposta, pois não existe nada que regulamente a relação entre os veículos de comunicação, os jornalistas e a sociedade”, lembra Schröder. “E a qualificação do Jornalismo foi jogada por água abaixo porque, pela decisão do STF, qualquer pessoa sem a menor formação pode exercer nossa profissão”, critica.
Celso Schröder considera, no entanto, que há tempo para reparar este erro. “As liberdades de expressão e de imprensa em nada são afetadas pela exigência do diploma de Jornalismo para o exercício da profissão”, sustenta, esperançoso de que o Senado aprove a PEC 33/09. “Estas liberdades são caras à democracia e são de toda a sociedade, inclusive dos jornalistas”.
E conta que há um movimento internacional para resgatar as liberdades de imprensa e de expressão que, segundo ele, foram “seqüestradas” pelos donos dos veículos de comunicação. Neste sábado (30/04) Celso Schröder participou de um ato organizado pela Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ) e pela Federação dos Jornalistas da América Latina e do Caribe (FEPALC), em Santiago (Chile), alusivo ao Dia Mundial da Liberdade de Imprensa. “Graças a uma mobilização internacional estamos conseguindo que o governo chileno abandone a ideia de extinguir a versão impressa do jornal La Nación”, registra.
Fonte: http://www.sjsp.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=3326&Itemid=1

Viva a Mata 2011

A preocupação com o meio ambiente é tema recorrente em assuntos do dia-a-dia, provas, debates e, principalmente, em cases de dinâmicas. Está por vir o “Viva a Mata 2011”, evento organizado pela Fundação SOS Mata Atlântica nos dias 20, 21 e 22 de maio. O local escolhido não poderia representar melhor o acontecimento e em grande estilo, o Parque Ibirapuera, se prepara para um grande encontro.
Aberto ao público em geral, visa promover a troca de informações e experiências entre quem luta pela conservação deste bioma. O foco principal é sensibilizar, informar e conscientizar a sociedade.
Ocorrerão palestras, exposições, estandes temáticos, oficinas, peças de teatro, maquetes interativas, atividades com voluntários, e muitas outras manifestações. E o melhor, a participação é gratuita. Para a colaboradora de Recrutamento e Seleção do Nube, Gabriela Mancini Braz, é muito importante participar de programas desse âmbito. “É uma forma de ganhar mais conhecimento e faz o estudante se destacar dos demais”, afirma.
No ano de 2010 foram mais de 80 mil visitantes. E este ano? Você pode ajudar a ser mais um sucesso! Será bom para sua vida pessoal e profissional.

http://www.nube.com.br/nubenews/noticia?id_noticias=3491

Casa da amizade recebe apoio da Ae.Com


Cintia Ferreira

A Casa da amizade de Limeira, do Rotary Club região Leste, recebeu ajuda da Agência Experimental de Comunicação do Isca Faculdades - Ae. Com, para a elaboração de seu informativo.

Em forma de jornal-revista o informativo traz as atividades realizadas pela Casa da amizade. A diretora da organização Cleonice T. Mercuri Quitério esteve na Ae.Com orientando os alunos e professores sobre como deveria ser desenvolvido o trabalho e disse estar satisfeita com o produto final, “o trabalho ficou lindo, agradeço à agência pelo apoio”.

Neste ano a organização realizou vários projetos sociais como: Projeto Leitura na praça e Projeto oficina de artes soltando a imaginação, além de seus tradicionais festivais de Natal, dia das mães e dia dos pais.

A Casa da amizade é uma associação de esposas de membros de Rotay Club. Seus objetivos são promoções sociais e filantrópicas, também colabora voluntariamente com as realizações comunitárias empreendidas pelo respectivo Rotary Club.
A entidade tem o seu emblema, estatuto e regimento próprios, sem qualquer vínculo com Rotary. 

Armas em qualquer esquina

Horácio Busolin Júnior

            O último acontecimento na Escola em Realengo, no Rio de Janeiro, reacendeu uma questão que as autoridades deixaram de lado: o controle do trânsito de armas no Brasil.

O que levou Wellington Menezes de Oliveira a praticar a sangrenta chacina na escola? A pergunta ainda paira no ar e a dúvida provoca discussões de psicanalistas, sociólogos, educadores e jornalistas. As informações estão sendo jorradas pela imprensa e declaram que o jovem possivelmente tenha sofrido bullying, ou era abatido por alguma patologia social grave. A sociedade está sedenta por explicações, e é possível que nunca encontre o real motivo que possa justificar tal ação.

         Problemas de sanidade como o dele, são visíveis pelo mundo. Basta lembrar do caso trágico da escola em Colombine que ocorreu no ano de 1999, em que dois adolescentes assassinaram 14 crianças e um professor. Nesse caso foi apontado que os meninos sofriam preconceito pela sexualidade. Segundo informações contidas no artigo de Daniel Mack e Melissa Risso (Jornal o Estado de S. Paulo), casos como esses têm vitimado cerca de 300 pessoas desde 1996, e ocorre em diversos países como China, EUA, Iêmen, Argentina, Finlândia e agora no Brasil.

            Há um misto de possibilidades que o próprio assassino nutriu e abriu precedentes para discussões que envolvem religião, preconceito, fracasso pessoal e demência. Acredito que nem o próprio assassino poderia explicar os fatos se estivesse vivo.

            Porém o principal vilão da história foi o instrumento usado para a prática dos assassinatos: a arma. Como foi que Wellington teve acesso ao revolver calibre 38 que vitimou aos alunos? De acordo com matéria publicada em 21 de dezembro no jornal Estado de S. Paulo, existem hoje no Brasil cerca de 16 milhões de armas, tendo 7,6 milhões na ilegalidade, correspondendo a 47, 6%.

            O Estatuto do Desarmamento definiu regras mais rígidas para o porte e posse de armas, mas mesmo assim a população pode ter acesso a armas, até por bases legais.

            Cabe às autoridades controlar o trânsito livre de armas e fiscalizar de forma efetiva como elas entram no país, vigiando com mais rigor suas fronteiras. A polícia precisa intensificar suas ações fiscalizando clubes de tiros, empresas de segurança e caçadores. Outro ponto que precisa ser discutido é envolvimento de policiais com o tráfico de armas. Em fevereiro de 2011, policiais civis e militares foram presos na Operação Guilhotina por desvio de armas, corrupção e proteção a bicheiros.

            A polícia Federal necessita reforçar ainda mais suas ações em trabalho conjunto com as corregedorias para melhor fiscalização nos profissionais da segurança pública. O baixo salário desses profissionais também é uma das causas para desvirtuação de condutas dos policiais.

            Porém o grande problema em se barrar a comercialização, mesmo com exceções, é o lobby realizado pelas empresas armamentistas junto ao Congresso.  A problemática é salutar, e precisa ser discutida pela imprensa, de forma séria e com o intuito de orientar a opinião pública ao alcance de uma solução plausível.

            Com armas soltas e vendidas em qualquer esquina, jovens inconsequentes continuarão tendo acesso fácil a armas de fogo, como se essas fossem simples artifícios de brinquedo.

LIVRO: sustentabilidade discutida em grandes reportagens

O livro-reportagem “Mão na Massa: práticas e ações sustentáveis em Limeira”, da jornalista Roxane Regly, é formado por oito grandes reportagens sobre meio ambiente e sustentabilidade. A cada capítulo, o leitor tem a oportunidade de conhecer casos de pessoas comuns que praticam ações em favor do meio ambiente na cidade de Limeira, a fim de conservar os recursos naturais para as próximas gerações.
Hoje em dia a sustentabilidade ambiental é uma preocupação muito grande. A mídia tem tratado o assunto com mais frequência, levando a população a refletir sobre a necessidade de controlar o consumo desenfreado e evitar práticas destrutivas à natureza.
Segundo a jornalista, o produto foi idealizado e desenvolvido como parte da exigência para a formação em bacharel em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, quando ainda estudava no Isca Faculdades, em Limeira, no segundo semestre de 2010. “Foram quase quatro meses de trabalho, incluindo pesquisa, coleta de informações e produção do livro. O trabalho árduo da realização do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), no final, se tornou em um produto bonito e gostoso de ler”, disse Roxane.
Todo o processo produtivo foi realizado em Limeira, em um trabalho individual da jornalista, à época, estudante do último semestre. Os relatos das histórias foram coletados em parques, sítios, vilas, casas, escolas e entidades. Diversos especialistas foram consultados, de modo a explicar e reforçar os conceitos dos entrevistados. O Poder Público também foi procurado para dar esclarecimentos a respeito nas necessidades da cidade que o cabe.
Com a formação adquirida no curso, Roxane pode produzir também as fotografias que ilustraram o livro e elaborou todo o projeto gráfico e diagramação. “Realizei cada etapa com minuciosidade e cautela, me atentando a cada detalhe e participando de cada momento do livro”, citou. “Com o apoio da minha família, amigos e também de minha chefia (no estágio), colegas de trabalho e da professora orientadora Ingrid Gomes, consegui nortear meu trabalho e desenvolver um produto jornalístico completo e interessante”, enfatizou a autora.

CAPÍTULOS

O livro é aberto com a história de um grupo de moradores da periferia de Limeira que lutou para transformar uma área verde abandonada e cheia de lixo em um parque ecológico. A Praça Gino Archimedes Batiston, no Jardim do Lago, hoje é um ponto de lazer ecológico e prática de esportes aos moradores de toda a região.
As reportagens continuam abordando entidades que reciclam para incrementar sua renda e melhorar o atendimento de crianças deficientes e fazem a coleta de óleo para reverter em assistência social. Há também aqueles que por meio de ações em benefício próprio favorecem o meio ambiente, como um conjunto habitacional que individualizou hidrômetros, reduzindo em altos índices o consumo de água.
A moda, o design e o lazer não ficam de fora. Um agricultor que desfruta sua aposentadoria plantando árvores, a designer que transformou em negócio a produção de bolsas e acessórios sustentáveis e as casas ecológicas, que reduzem a produção de entulho, reaproveitam recursos e economizam matéria natural.