8 de out de 2009

Associação alerta sobre abandono de animais

por Vanessa Ferreira

O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) e a Alpa (Associação Limeirense de Proteção aos Animais) conscientizam a população sobre o abandono e maus-tratos de animais com programas assistenciais.

Cachorrinhos para serem doados em um das feiras realizadas pelo CCZ

O abandono de animais domésticos, como cães e gatos, é um problema que afeta cada vez mais os grandes centros urbanos por todo mundo, por irresponsabilidade de seus proprietários que, ao fazer a opção de ter animal, não avaliam as futuras obrigações.

Segundo o CCZ, as principais causas de abandono estão relacionadas à velhice e doenças do animal, incapacidade financeira, crias indesejadas, mudanças de casa, nascimento de crianças, não ter com quem deixar o animal ao viajar.

Também a falta de conhecimento para compreender e corrigir o comportamento do animal, como sujar a casa, destruir objetos e plantas, latir muito, fugir e morder são as justificativas de muitos proprietários para o abandono.

A Alpa conta com a ajuda de voluntários que socorrem animais debilitados, doentes, feridos e atropelados. Os voluntários recolhem os animais e a associação dá um subsídio para custear as despesas com alimentação e tratamento desses animais, recuperando-os para sua adoção.

“Esses animais são mantidos em casas de voluntários e, após recuperação, são disponibilizados para adoção”, explica Silvana de Jesus Gonçalves, presidente da Alpa.

Segundo Silvana, o recolhimento de animais por entidades incentiva a cultura do abandono. “No entanto, em algumas situações, a entidade deve exercer seu objetivo maior, que é dar amparo às pessoas mais necessitadas de ajuda e informações”.

De acordo com a presidente da Alpa, também são realizadas feirinhas de adoção, como forma de ajudar esses animais a terem um lar. A entidade também proporciona vale-consulta para as pessoas de baixa renda que querem adotar um animal, com desconto de 50% do valor normal. Outros benefícios que a Alpa oferece são o vale-castração e o vale-vacina.

O CCZ realiza um programa de posse responsável, no qual uma equipe orienta os donos dos animais a se conscientizarem sobre os seus deveres após adotarem um animal.

“Outra atividade são as feirinhas de adoção de animais, nas quais colocamos para doação os animais alojados no canil, e também para os proprietários que têm animais para doar participarem”, diz Teresa Correia, uma das responsáveis pelo CCZ.

O CCZ, juntamente com a prefeitura, realiza vacinações gratuitas para todas as pessoas que têm animais. Já os animais que não têm dono são vacinados conforme a possibilidade.

Adoção

Consciência e responsabilidade são os quesitos primordiais para adotar um animal. O CCZ informa que os interessados em adotar um animal devem se dirigir ao CCZ no horário das 8h às 16h30, na Rua Caminho da Servidão, 251, Campos Elíseos ou em uma das feirinhas, munido de RG, CPF e comprovante de residência.

Quem quiser adotar através da Alpa deve comparecer no último sábado do mês na agência Prada do Sempre Vale, das 14h às 17h, ou na sede da Alpa, localizada na Rua Ciro Costa, 281 Jardim Piratininga.

Nenhum comentário: