19 de nov de 2009

BLOG: Uma nova maneira de informar


Profissionais garantem a credibilidade desses espaços jornalísticos, cada vez mais procurados por internautas

por Cintia Ferreira

A expansão do jornalismo online e a disseminação dos blogs como ferramentas de informação são uma discussão presente entre os profissionais da área. Blog é um site que permite atualização imediata a partir de acréscimos conhecidos como “posts”. Eles começaram como diários on-line e, hoje, são mais que ferramentas de entretenimento, muitos têm carater informativo.

Segundo pesquisa do Ibope feita em fevereiro de 2008, o número de usuários brasileiros com acesso regular aos blogs atingiu 10 milhões de pessoas, o que representa 45,5% dos internautas ativos.

Wordpress e Blogger são as ferramentas que possuem mais leitores, juntas têm 7,7 milhões de usuários únicos mensais. Ainda de acordo com a pesquisa, Brasil e Espanha apresentaram os maiores índices de usuários dessas duas ferramentas.

A linguagem utilizada pelos blogueiros foge da rigidez praticada nos demais meios de comunicação, além da possibilidade de diálogo entre comunicador e audiência.
Daniel Heldt é jornalista, publicitário e também um dos fundadores do blog , que reúne repórteres de Limeira e região. Para ele, os blogs podem ter a mesma credibilidade que os demais veículos de notícias. “Não é a forma do veículo que gera credibilidade, e sim o posicionamento profissional perante as situações relatadas”, garante.

O blogueiro acredita que o maior trunfo do jornalismo nos blogs é a rapidez com que o leitor adquire a notícia. E admite sua preferência por blogs especializados, particularmente os de economia e esportes.

O blog do Assis Ângelo é outro endereço procurado por internautas que querem se manter informados através de veículos independentes na web. Ângelo credita o diferencial do jornalismo via blogs ao fato de, para ele, ser mais rápido e satisfatório. “Não existe diferença entre impresso ou web em termos de credibilidade. O que existe é jornalismo sério ou não, independentemente do formato em que ele é feito”.

Interatividade

Leitora frequente, Maria Cristina de Moraes Albino conheceu os blogs jornalísticos através de um professor da faculdade de Administração de Empresas. “Depois disso, passei a seguir blogs como o do Juca Kfouri, Ricardo Noblat e Paulo Henrique Amorim”, conta a analista-administrativo.

Maria Cristina diz que procura pelos portais de profissionais conhecidos na imprensa nacional por acreditar que eles assegurem a credibilidade da informação. “Eles permitem a opinião de quem os escreve, ao contrário de outros meios de comunicação”.

Heldt acrescenta que, para ele, todo o jornalismo feito na web serve como acréscimo ao jornalismo impresso, que não deve ser esquecido. “Basta reparar que os grandes impressos (jornais e revistas) já seutilizam da web para divulgar o seu trabalho”, relata.

Nenhum comentário: