3 de dez de 2009

Do blog ao livro impresso

por Gisele Carvalho

Há alguns anos vem surgindo uma grande quantidade de novos escritores brasileiros por causa da internet. Muitos são velhos conhecidos da rede mundial de computadores. Isso acontece porque a internet é um dos meios mais eficazes para divulgação de obras de autores modernos, é também um meio para estreitar as fronteiras entre o leitor e o escritor.

Enfim, é um canal de comunicação entre ambos. Um escritor que disponibiliza artigos em seu blog tem maior segurança
ao escrever uma obra literária. E a prática acaba sendo mais um meio que as editoras se utilizam na hora de analisar o escritor.

Carol Bensimon, mestre em Teoria da Literatura mantém, há cinco anos, o blog Kevin Arnold para dois, no endereço:
http://www.insanus.org/. Já escreveu alguns contos e, em 2007, publicou Pó de Parede, seu primeiro livro. Para Carol, além do blog a internet permitiu uma interação muito positiva para o seu processo de amadurecimento literário “Conheci gente de outros estados que também estava escrevendo. Houve uma certa troca, publiquei contos em revistas eletrônicas literárias.”

Carol conta que criou uma rotina de escrever no blog e, para ela, à medida que se pratica se aprende. Bastante auto-exigente, diz que se sentiu segura para publicar seu primeiro livro após esse tempo de aprendizado; por isso, a internet e o blog são ferramentas que a ajudaram.

Os blogs fazem sucesso com os leitores, porque promovem o contato imediato com o autor, coisa que o livro impresso não consegue oferecer. Essa atenção pode ser um comentário ou até mesmo um bate-papo. Muitos autores cativaram seus primeiros leitores através da Internet. É o que diz o escritor baiano Marcelo Vinícius, autor de Desafios de uma Mente e de diversos artigos.

Marcelo também é colunista de um conceituado jornal em Feira de Santana, na Bahia e, mantém o blog marcelovinicius.wordpress.com, além de escrever artigos para a Sociedade Brasileira de Psicanálise Integrativa. “O que diferencia os dias de hoje dos de antigamente, na esfera literária, é a facilidade de interação e conhecimento de novos autores, com a web, há uma facilidade imensa de se conectar com diversos autores em um curto espaço de tempo. Mas devemos saber separar o que é interessante, já que a rede também é uma enorme fonte de informações..”

Marcelo comenta também que a internet proporciona ao autor uma certa facilidade no sentido de enviar às editoras suas obras para avaliação. É o caso das editoras Globo, Parêntese e Multifoco que preferem receber obras para avaliação, por e-mails e optam por pesquisar sobre o autor na rede mundial.

Nenhum comentário: