31 de out de 2011

SECOM 2011 começa com entrega de prêmios e mesa-redonda


Sara Pizzol Tognin, Raíza Tronquin, Dora Vitti, Camila Piacentini, Tiago Csehak, Fernando Carvalho, João Vitor Fedato, Denis Fernando, Andrey Moral.

 Felipe Mattos e Marcelo Maiolo na Secom 2011
foto: Teles Cristiano

A Semana de Comunicação (Secom) no ISCA Faculdades de Limeira teve início na segunda-feira (24/10) com presença dos alunos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda, coordenadores, professores e convidados especiais. Neste ano, a Secom aborda o tema das mídias digitais da comunicação: os desafios que estas ocasionam tanto no Jornalismo quanto na Publicidade e também nas mudanças no mercado de trabalho. A abertura do evento contou com a presença de presidentes e diretores de diversos sindicatos de trabalhadores de Limeira.

Na ocasião foram homenageados os sindicalistas Artur Bueno de Camargo, presidente da Confederação dos Trabalhadores das Indústrias de Alimentação de Limeira e Região, e Ademar Rangel, presidente dos Trabalhadores da Construção Civil.

Houve, também, a entrega do “I Prêmio USTL de Jornalismo”, promovido pela União Sindical dos Trabalhadores de Limeira (USTL), que classificou as melhores reportagens produzidas por alunos do Isca sobre o papel dos sindicatos para o desenvolvimento do Brasil. Em primeiro lugar, ficou o aluno Matheus Fonseca, em segundo lugar a aluna Rafaela Silva e em terceiro lugar, a aluna Dora Vitti. Houve também a entrega de certificados de menção honrosa aos alunos Horácio Busolin Junior e Raíza Tronquin.

Depois da cerimônia de premiação aconteceu a mesa-redonda com Felipe Mattos, que trabalha há 8 anos na Agência Vetor Zero, de São Paulo, e Marcelo Maiolo, ilustrador e colorista da DC Comics. Os palestrantes revelaram as técnicas, os modos de produção e os efeitos das imagens em Publicidade e Propaganda. Além dos eventos no anfiteatro do Isca, aconteceram a oficina de Oficina de Manipulação Digital de Imagens, com o fotógrafo e estudante de Publicidade, Ricardo de Moraes, a apresentação cultural com um grupo de dança e caricaturas ao vivo com o professor Renato Fabregat.

Primeiro dia da SECOM é aberto com profissionais de Publicidade

Os profissionais Felipe Mattos e Marcelo Maiolo compuseram a mesa-redonda Comunicação, Arte e Novas Mídias. Os profissionais falaram sobre suas carreiras e também tiraram dúvidas dos alunos presentes.

Felipe Mattos é diretor de fotografia para Publicidade da produtora Vetor Zero. Bacharel em Rádio e TV pela Universidade Metodista de Piracicaba, Mattos contou detalhes sobre alguns trabalhos dirigidos por ele e apresentou vários vídeos de comerciais que fizeram sucesso na telinha. 

“O tratamento com o mercado internacional não é tão diferente como o que temos ou fazemos no nosso país. As barreiras culturais são pequenas dentro desse mercado globalizado. No caso da Vetor Zero, sempre temos um encarregado por acompanhar todo o processo para que nada fuja da projeto inicial do cliente relacionado ao que acontece no seu país. Hoje, a falta de comunicação não pode acontecer”, explicou Mattos a respeito da globalização em sua profissão.

Questionado sobre o tema da SECOM, Felipe Mattos foi direto. “Hoje, as mídias sociais são extremamente importantes. Diversas campanhas são feitas, direcionadas e personalizadas para Twitter, Facebook e Youtube. O formato final de um comercial feito para televisão sofre uma adaptação para ser veiculado também na Internet. O grande número de pessoas atingidas por esse tipo de mídia é o atrativo para os clientes das agências”, disse.

O outro convidado da noite prendeu a atenção do público, afinal, não é todo dia que se pode conhecer um colorista de Histórias em Quadrinhos. Marcelo Maiolo está desde 2003 nesta profissão e diz que começou a partir de uma brincadeira. “Tudo começou porque tenho o costume de jogar RPG e, através dos jogos, recebi um convite para participar da criação de uma história. Como já havia dois ilustradores, fiquei com o trabalho de colorização e não parei mais”, contou. Atualmente, Maiolo trabalha para a DC Comics como colorista regular das séries DemonKnights e I Vampire. Ele traça um paralelo entre o passado e o atual momento das HQ. “O mercado de quadrinhos envelheceu, por isso, é necessário criar mais histórias para o público adulto e interagir com as mídias digitais para atingir um público mais jovem. A DC Comics, por exemplo, está disponibilizando todas as histórias para Ipad e é uma tentativa que têm dado certo para atrair novos leitores”, analisa.

Marcelo Maiolo finalizou sua participação falando sobre o prazer de participar do evento. “É muito legal participar de uma SECOM. Não só pela oportunidade de transmitir a minha experiência, mas para aprender com os outros convidados, professores e alunos. A troca de informações é bacana, é algo valioso que carregarei para a minha vida”.

Nenhum comentário: