16 de dez de 2010

Limeirenses avaliam os investimentos em cultura na cidade


Por Cintia Ferreira, Gerson Américo, Juan Piva e Thayla Ramos

Jovens, adolescentes, adultos e idosos compõem o grupo de pessoas que aguardam no Teatro Vitória, em Limeira, a realização de mais um evento cultural da cidade. Trata-se do quinto Festival Nacional de MPB com tema relativo à Cultura Afro-Brasileira, o “FestiAfro” 2010.
Limeirense fala sobre a Cultura de Limeira

Quando questionados sobre os projetos culturais em Limeira, o grupo se confunde, a maioria – 15 pessoas das 22 entrevistadas, classificam a questão cultural limeirense como “boa”, porém, têm várias observações a fazer. Apenas duas pessoas classificaram como “regular”, e outras cinco como “ruim”.
Entre as principais reclamações estão a falta de investimentos para mais e maiores projetos, falta de projetos que agreguem jovens e moradores da periferia e, principalmente, a falta de divulgação. “Só fico sabendo o que acontece pela internet, mas não acho suficiente”, diz Milena Manuel.

O grupo de Milena, o das mulheres adultas, é o grupo que mostrou mais conhecimento e interesse para as questões culturais do município. “Acho maravilhoso o trabalho da Cultura junto às escolas, mas ainda falta agregar a periferia da cidade. Essa parte da população está esquecida”, disse uma entrevistada que não quis se identificar.

Ainda com relação à divulgação, o professor Paulo Maurício critica a divulgação feita pela internet - “não é suficiente”.

O público adulto aponta o jornal impresso como o principal fornecedor de informações culturais da cidade. De todos os ouvidos com este perfil, apenas um apontou a internet e um apontou a TV.

Entre os idosos, o rádio é o principal meio de receber informações relacionadas à cultura da cidade, sendo que apenas um apontou que acompanha a programação cultural de Limeira por todos os meios de comunicação.

Os adolescentes e os jovens se dividem entre a internet, TV, rádio e impresso. Joziane Peregrina Soares só acompanha as informações pela internet. “Gosto de acompanhar o site e o blog da Secretaria de Cultura”, aponta.

Entre as opções oferecidas pela Secretaria de Cultura da cidade, os eventos ligados à musica, como festivais e shows, têm a preferência da maioria dos limeirenses, porém, esses eventos dividem espaço com o teatro junto ao público jovem e idoso. Apenas duas pessoas dizem acompanhar todo tipo de realização cultural.

A maioria das pessoas ouvidas - 18, se diz insatisfeita com o trabalho da Secretaria da Cultura, contra quatro entrevistados que disseram gostar do que há relacionado ao tema. “Acho a programação cultural de Limeira muito boa, mas sinto falta apenas de algo voltado para a história e cultura brasileira”, afirma o adolescente Hugo Lima.

Nenhum comentário: